As consequências de uma má gestão financeira

De maneira geral, muitos brasileiros possuem dificuldades em gerir as suas finanças. Hoje, o número de inadimplentes no Brasil chega a 61,8 milhões de pessoas de acordo com levantamento feito pelo Serasa Experian. Esta má gestão financeira tem uma série de consequências para pessoas e empresas, como também para a economia do país.

As consequências de uma má gestão financeira 1

Fazer uma gestão financeira significa planejar, controlar e otimizar os recursos financeiros pessoais ou de uma organização. No caso das empresas, a gestão financeira também está diretamente relacionada à transparência da utilização dos recursos. Resumindo, a gestão financeira é todo o trabalho relacionado ao controle dos recursos da empresa. Que neste caso, em especial, tem como objetivo fazer com que estes tenham retorno acima do que é investido.

Caso, o empreendedor não tenha controle das financeira ele deve estar ciente de que isto terá consequências, como:

    • Não ter conhecimento sobre o quanto a empresa tem em caixa e acabar gastando mais do que deveria.
    • Esquecer de fazer o pagamento de contas em dia, acarretando em juros e multa.
    • Não saber o valor patrimonial da empresa.
    • Não cobrar o preço correto pelo produto ou serviço prestado e acabar tendo prejuízo dessa maneira.
    • Não saber a origem das receitas por não ter um fluxo de caixa organizado e ter dificuldades depois na hora de fazer auditoria destas contas e declaração do imposto de renda.
    • Problemas de relacionamento entre sócios e também com os funcionários, recorrentes da má organização financeira.
    • Não saber exatamente onde deve ser investido mais recursos de acordo com as necessidades e objetivos da empresa.
  • Não ter conhecimento do valor do seu estoque de mercadorias.

Falta de visibilidade sobre as finanças

É compreensível que para muitos empreendedores, gerir financeiramente uma organização é algo completamente novo. O primeiro passo é saber da importância destes processos e que eles impactam diretamente no resultado e evolução do seu negócio. Depois disso, é preciso organizar todos os processos e atividades referentes à gestão financeira da empresa.

Na realidade das pequenas empresas, por exemplo, a maioria dos problemas financeiros passa pela liderança. Muitas vezes as atividades de gestão são iniciadas de maneira incipiente, o dono ou líderes têm que assumir para si atividades que não dizem necessariamente respeito às suas áreas de conhecimento. Conforme os negócios se desenvolvem a administração financeira não acompanha o crescimento da empresa, gerando furos que poderiam ser evitados por meio da atuação de um profissional mais capacitado.

Sem dúvidas, a pior consequência de um planejamento financeiro mal feito é a falência. No entanto, uma gestão equivocada também pode comprometer a capacidade de um negócio em dar lucros e se tornar desinteressante para possíveis investidores.

Crescimento e competitividade

Por outro lado, uma boa gestão financeira pode levar a empresa longe. No caso aqui da TownSq, desde a criação da empresa, há cinco anos, os fundadores prezam pela organização das contas e documentos financeiros. Sempre tivemos por aqui pessoas alocadas especificamente para funções administrativas, documentos em fácil acesso e controle rígido do fluxo de caixa, buscando operar sempre no positivo e otimizar investimentos, traçando prioridades. Essa boa gestão de recursos auxiliou a empresa na sua expansão internacional. Atualmente, a TownSq atua também na América do Norte.  

Desenhar um bom processo financeiro é ainda mais importante para nós, visto que temos também a missão de ajudar as pessoas a fazerem uma melhor gestão financeira em seus condomínios. Nesse contexto, os síndicos utilizam o aplicativo da TownSq para agendar atividades (como lembretes dos pagamentos de contas) e armazenar e organizar os documentos do condomínio.

Por isso, deixamos também a dica de utilizar a tecnologia para fazer a gestão dos empreendimentos. Além de softwares voltados inteiramente para o financeiro das instituições, como ContaAzul e Iugu, é possível adaptar sistemas grátis de gestão de tarefas para controlar as datas de lucros e dividendos e fazer anotações digitais. Aqui podemos citar o Trello, o Asana e o Evernote.

Gostou do artigo? Se quiser conversar, sinta-se livre para me mandar uma mensagem!

Deixe uma resposta

Fechar Menu